Marcação de visita
Pré-Inscrições 2022/2023





 

Os próximos anos são cruciais para o futuro da sustentabilidade dos oceanos, mas também abrem um “mar de oportunidades” na nova “economia azul” e na empregabilidade nas novas “carreiras azuis” baseadas nos avanços científicos e tecnológicos.

 

Ao longo do ano letivo 2021/22, os alunos do 12º ano, Joana Monteiro, Margarida Leite e João Henriques, desenvolveram o projeto “Syrenity” que teve como objetivo a produção de um creme hidratante, com o colagénio como principal componente, uma proteína com propriedades hidratantes e estruturais.

O colagénio utilizado na investigação foi extraído das escamas e barbatanas dos peixes, subprodutos da indústria pesqueira, visando uma produção mais sustentável e com um custo mais reduzido. 

Para o desenvolvimento do projeto foi definido um plano de trabalho que incluiu uma dimensão experimental (extração de colagénio e formulação do creme) e uma vertente de empreendedorismo baseado numa metodologia do tipo Lean Startup.

 

Este projeto apresenta uma proposta para o desenvolvimento de um modelo de negócio baseado na economia circular, visando soluções inovadoras para a economia azul.

O produto desenvolvido responde a uma necessidade do mercado e propõe uma solução para o problema de desperdício, contribuindo para a economia circular (o projeto demonstra que é possível valorizar desperdícios de peixes, encarando-os como recursos na formação de um produto com grande potencial de mercado).

 

É urgente assumir uma atitude de respeito pelo Oceano e seus recursos, designadamente no que respeita ao uso sustentável dos recursos marinhos para fins económicos, identificando oportunidades de futuro. Este projeto é disso um exemplo.

Este projeto foi apresentado, e premiado, nos seguintes eventos:

•        Congresso Nacional Cientistas em Ação (abril 2022), promovido pelo Centro de Ciência Viva de Estremoz. Foi distinguido pelo júri com uma Menção Honrosa.

•     Ocean Hackathon, evento final do projeto "O Oceano do [meu] futuro" (financiado pelo EEA Grants), promovido pelo Fórum Oceano, em parceria com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Colégio Valsassina, MARE, MARE Startup e GCE Ocean Technology. Foi distinguido pelo júri com o 3.º Prémio

•        Concurso Jovens Cientistas e Investigadores e Mostra Nacional de Ciência (setembro 2022). Foi distinguido pelo júri com os prémios: 

     o        2.º Prémio;

     o        Seleção para representar Portugal na EUCYS 2023 (European Union Contest for Young Scientists).